Edição 2013

A edição 2013 contou com 58 cases avaliados. Assim como no ano anterior, o foco do Prêmio foi a inovação para o desenvolvimento sustentável. Os projetos apresentaram propostas de gestão de recursos, uso da tecnologia para otimização de processos e diversos outros planos inovadores para o setor.

Os premiados foram chamados ao palco pelo apresentador Otaviano Costa, mestre de cerimônia do evento, que aconteceu no dia 19 de dezembro, no Hotel Copacabana Palace. Para o primeiro lugar de cada categoria, o prêmio foi de 20 mil reais. Para o segundo, de 10 mil reais.

O vencedor na categoria Comunicação foi o projeto “Acessibilidade digital para surdos”, de Luciflavio Gomes e Maurício Barbieri, que aumentou a independência dos deficientes auditivos na obtenção de informações através tradução do Português para Libras, em tempo real, de 285 páginas do site da Bradesco Seguros, empresa na qual o autor trabalha.

O segundo lugar foi do projeto “Terra Report – Edições especiais”, de Rodrigo Botti, Keity Pacheco, Priscila Grossi e Rodolfo Clark, da Terra Brasis, que apresenta análises sobre a exposição do Brasil às catástrofes naturais.

Em Processos, o primeiro lugar ficou com Simoni de Aguiar Cavalcanti, Alessandra Franco e Elaine Goulart, da Bradesco Seguros, pelo trabalho “Programa Auto Reciclagem”. O objetivo é minimizar os impactos ambientais provocados pelo descarte de peças de automóveis sinistrados, buscando destiná-las da maneira mais adequada ou reciclá-las quando possível.

O projeto “Cuidar do cliente – Atendimento emergencial de sinistros”, de José Carlos Silva, da Zurich Santander, foi o segundo colocado, tendo como objetivo localizar, por meio de geolocalização, segurados atingidos por desastres naturais antes mesmo do aviso de sinistro.

O projeto “Correios – Acesso mais fácil ao seguro DPVAT”, de Noé Vaz, Cassiano Guimarães e Vera Cataldo, da Seguradora Líder DPVAT, foi o premiado da categoria Produtos e Serviços, pelo seu papel na facilitação do acesso da população ao serviço. Além da capacitação de seus profissionais, as agências dos Correios de mais de 5.500 municípios receberam kits para realizar o atendimento presencial dos beneficiários.

O segundo lugar na categoria foi o trabalho “Título de Capitalização Socioambiental”, de Renato Luiz Arena dos Santos, da Bradesco Capitalização, que destina recursos para projetos na área de meio ambiente, ecologia, educação e saúde. Um livreto com o resumo de todos os projetos inscritos foi distribuído na ocasião.